13 de dezembro de 2017

IV Encare, realizado pela Redesol, reforçou o fortalecimento da rede

Foto: Diego Cota/Redesol MG
A Cooperativa Central Rede Solidária de Trabalhadores de Materiais Recicláveis de Minas Gerais (Redesol MG) realizou seu IV Encontro de Catadores da Redesol MG (Encare), no sábado (09/12), no Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR). O evento reuniu os trabalhadores dos empreendimentos filiados e contou com a presença de parceiros.

IV Encare foi uma oportunidade para troca de experiências (Foto: Diego Cota/Redesol MG)

Para a Presidente Ivaneide da Silva Souza, o IV Encare proporcionou um ambiente de confraternização e reforçou o papel da Redesol. “Os catadores querem mais esse momento de encontro, onde podem se expressar. Foi uma ocasião para aprenderem mais sobre o funcionamento de uma rede. Foi muito positivo”, disse.

De catador para catador: histórias que engrandecem a rede

Ser catador não é uma tarefa fácil para quem começa na base. É uma profissão à margem da sociedade e condicionada à baixa remuneração. Há um tempo que esse cenário começou a mudar e o catador, com muito esforço e trabalho duro, tem conquistado espaço para ecoar sua voz.

Sendo assim, histórias do ramo são sinônimos de superação. É impossível ser diferente. É nessa situação que aflora o sentimento de luta e pertença, que gera, na maioria das vezes, o amor pelo que se faz. No momento destinado às histórias dos catadores da rede, nomeado “De catador para catador”, inúmeras vezes foram ditas as palavras “dificuldade”, “persistência”, “orgulho” e “amor”.

Os fortes empreendimentos da Redesol, que se consolidam a cada ano, são singulares. A Acamares, por exemplo, trabalha com a inclusão social, que vai além de apenar exercer uma ocupação. Tem cooperativa que nasceu do sonho de alguém, outras pela vital necessidade de conquistar uma renda e dignidade do trabalho, algumas são como árvores que firmam suas raízes e se tornam fortes referências na vida de seus cooperados.

O que não faltou foram bons casos. O trabalho produtivo da reciclagem na Redesol já alimentou crianças, jovens, adultos e idosos. E com o tempo, a cooperativa ou associação se torna uma família.

Catadoras da Coopersoli contaram a trajetória do empreendimento (Foto: Diego Cota/Redesol MG)

A trajetória da Coopersoli, localizada no Barreiro, deve muito à Silvana Maria Leal, uma de suas fundadoras, assim como a de Silvana deve ao empreendimento, como ela conta. “Estou na Coopersoli desde o início, criei minha família e tenho um orgulho danado”.

As quase duas décadas junta à cooperativa proporcionaram um amor à classe que a deixou com a voz embargada ao contar seu motivo de orgulho. “O momento que tenho mais orgulho é quando preciso assinar minha profissão, aí eu coloco catadora. Isso pra mim é tudo”.

Por um Novo Ciclo

Equipe do Novo Ciclo explicou a iniciativa aos catadores (Foto: Diego Cota/Redesol MG)

O mais novo projeto em execução é o Novo Ciclo. A iniciativa tem como objetivo provocar ações e mudanças positivas na realidade onde está inserido e na vida do público. Na Redesol, tem como proposta potencializar a comercialização dos materiais recicláveis, tanto na esfera do empreendimento quanto em rede.

Para isso, o programa trabalha com quatro eixos de atuação. São eles: manter o engajamento dos governos municipais, fazer a integração das redes, formar lideranças entre os catadores e trabalhar com economia circular, que é o reaproveitamento do material pela própria indústria.

Sol à Redesol

A Redesol foi presenteada durante a realização do IV Encare com uma peça especial:  uma obra que ilustra um sol feito de espelhos e tampas de garrafas pet. A arte foi produzida pelo coordenador de arte sustentável da Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Sarzedo (Acamares), Jair Prates, que explicou o significado. “O espelho representa a energia e o formato do sol quer dizer vida”, disse.

Foto: Diego Cota/Redesol MG

Encontro foi prestigiado por representantes do poder legislativo

O IV Encare contou com presenças ilustres do poder legislativo de alguns dos municípios que sediam empreendimentos filiados, além de representantes do legislativo estadual. Estiveram presentes o deputado estadual André Quintão (PT), o vereador de Belo Horizonte Professor Wendel Mesquita (PSB), a vereadora de Nova União Nilza Silveira (PSD), além de ter sido representado no evento o deputado estadual Rogério Correa (PT). Nomes que contribuem no avanço de pautas do setor da reciclagem.